Arquivo da categoria: Wall

Open Call | City Showcases

The Open Call for the City Showcases of Westway Lab Festival 2018 is already open and can be applied by any international bands/musicians around the world!
The selected ones will have the opportunity to show their music to the public of Portugal (a country of music lovers with a blossoming Summer Festival circuit) and professionals of music industry that will visit Guimarães.
Applications can be made at this gigmit platform link: https://www.gigmit.com/gigs/westway-lab-festival-2018-festival-in-vila-flor-cultural-centre-guimaraes-10618

Já se encontram abertas as candidaturas para os City Showcases do Westway Lab Festival 2018!
Abertas a quaisquer bandas/músicos internacionais à volta do mundo, são uma oportunidade para as bandas selecionadas mostrarem a sua música ao público e profissionais da indústria musical que por altura do festival visitarão Guimarães.

CITY SHOWCASES (5)

Previous showcase artists: Adée; Ohrn; Joel Sarakula; Cristóvam; Maybe Canada; The Jooles; Serushiô; Vienna Ditto; Ivan & The Parazol; Young Karin ; Fabrizio Cammarata; Suzie Stapleton; Sleepwalker´s Station; Fortnight in Florida; Sarah P..

Anúncios

Open Call (PT) | Residências Artísticas

Já se encontram abertas as candidaturas dirigidas a músicos nacionais para as Residências Artísticas da 5ª edição do Westway Lab Festival!

A edição de 2018 do festival, que decorrerá de 11 a 14 de abril, prepara-se novamente para promover 4 residências artísticas que terão lugar no Centro De Criação De Candoso na semana anterior ao festival e consistirão num importante momento para novos encontros e cruzamentos de diferentes realidades culturais entre músicos nacionais e internacionais, encontros estes que geram sempre incríveis possibilidades criativas (sem limites) a descobrir nos showcases finais. Exemplos do potencial criativo desta experiência são os vários projetos musicais (que se vão somando) surgidos a partir deste cruzamento promovido nas residências artísticas das edições anteriores do festival.

As candidaturas já podem ser realizadas através da plataforma gigmit: https://www.gigmit.com/gigs/westway-lab-17-artist-residencies-festival-in-vila-flor-cultural-centre-centro-de-criacao-de-candoso-guimaraes-10617

westway lab_17C2346

Artistas em residência nas edições anteriores:
Jaran; Yafeni; Buslav; Urso Bardo; The Courettes; Nick Suave; Guillermo de Llera Blanes; Júnior; Pedro Coquenão; Ivan & The Parazol; Rui Souza; Seru (Sérgio Silva); Pedro Lucas; We bless this mess (Nélson Reis); Sarah P. + Owen Howells; Dede; Bowrain; Young Karin; Kid Simius; Fabrizio Cammarata; Guillermo de Llera (Primitive Reason); Rafa (The Glockenwise); Victor Hugo (Moonshiners); Pedro Oliveira (Dear Telephone / peixe : avião); André Simão (Dear Telefone / La La La Ressonance); PZ; José Figueiredo (Smix Smox Smux / peixe : avião); Hermigervill; Ghost Capsules; Cairo Liberation Front; Guillermo de Llera; Coldair; The Weatherman.

WHY PORTUGAL EVENT

WHY PORTUGAL EVENT
SESSÕES PARALELAS

A Associação Empresarial WHY Portugal, cluster da música portuguesa e plataforma de internacionalização da mesma, tem a honra de colaborar com o Westway Lab PRO na realização da edição “0”, ou pré-edição, do WHY Portugal Event.
Tendo no seu ADN a partilha de conhecimento através de eventos, conferências e plataformas desenvolvidas através de relações internacionais com profissionais ou ramos de consultadoria dos maiores eventos profissionais de música à escala global, tais como o Eurosonic, a WOMEX, ou o SXSW, por exemplo, o WHY Portugal Event visa atrair a Portugal este mesmo conhecimento desenvolvendo relações de trabalho com estes e outros eventos. Um primeiro exemplo deste tipo de partilha de conhecimento é a relação que aporta ao Westway Lab, enquanto evento acolhedor, da sessão especial desta edição do Westway PRO dedicada aos festivais SXSW e SXSW Film.
Para além dessa sessão e da apresentação de vários conteúdos ligados ao SXSW, o WHY Portugal Event apresenta, ainda, uma sequência de sessões paralelas de partilha de conhecimento orientado para os novos processos de internacionalização e monetização. O WHY Portugal Event visa capacitar as empresas do cluster da música e indústrias criativas e os seus profissionais numa sequência de roundtables no Palácio Vila Flor, numa programação paralela ao Westway Lab PRO, convidando uma série de oradores internacionais que vêm, muitos deles pela primeira vez, a Portugal partilhar o seu conhecimento seja sobre a indústria da música, novas tecnologias, media tradicional e digital, direitos, music publishing, sincronizações e outros ramos. Terá início a 06 de abril com Markus Linde, da Thag’s Agent (ALE), que abre a discussão em torno da supervisão musical, uma atividade profissional que é, até à data, pouco conhecida em Portugal; tendo como encerramento, no sábado, dia 8, uma sessão sobre e educação musical e o ponto de cruzamento entre a música “amadora” e a sua integração na indústria da música, tendo como case study uma escola holandesa. Entre estas sessões, contamos ainda com as seguintes Parallel Sessions durante o Westway PRO:

QUINTA 06

12h00 O que é a supervisão musical?
Markus Linde, da Thag’s Agent (ALE), discute uma atividade profissional que é, até à data, pouco conhecida em Portugal – e a relevância do seu desenvolvimento no que diz respeito à promoção de conteúdos locais através da sincronização.
15h00 O que é a edição musical?
O que é a edição de música? O que é que os editores fazem? Porque é que editar é uma ferramenta tão importante na internacionalização? O que é que representa para artistas e empresas?
16h30 Mesa redonda de novas tecnologias
Sampling de Música e a Revolução do Direitos Derivados e como se preparar para isso. Com Tom Silverman (New Music Seminar /Tommy Boy / Sound Exchange).

SEXTA 07

12h00 Interseções convergentes: o local vai global / o global vem a Guimarães
Música, Filmes, Blogging, Comida, Fotografia, Mesa Redonda de Fotografia, com o homem renascentista Edward Pond, de Toronto, Canadá.
15h00 DIYRP
Anastacia Connor, da editora de Edimburgo Song, By Toad fala sobre como lidar com os RP, através da perspetiva do artista ou da editora independente, no contexto da internacionalização do artista.

SÁBADO 08

12h30 A importância da educação musical
Onde a Educação Musical se encontra com a indústria. Um case-study holandês: Artez.nl

WHY PORTUGAL EVENT
PARALLEL SESSIONS

The WHY Portugal music business cluster is a new music exchange platform, and has the honour of collaborating with this year’s Westway LAB PRO conference in hosting a “year zero” pre-edition of its future WHY Portugal Event.  
Having in its DNA the sharing of key knowledge through events, conferences and platforms developed through its international relations, with individual professionals or consulting with some of the biggest and most important professional music events on a global scale, like Eurosonic, WOMEX, or SXSW, for example, WHY Portugal Event seeks to attract to Portugal this very knowledge, developing working relationships with these and other events. A first example of this type of knowledge sharing is the relationship that brings to Westway LAB key speakers from the SXSW and SXSW Film Festivals, presenting the history of the great event in Austin to Westway LAB and WHY Portugal Event’s professional audience.
Beyond that session and the presentation of several creative productions connected to SXSW (be it music, film ad even food!), WHY Portugal Event also presents a series of parallel sessions focused on the goal of successful internationalization of new music, as well as monetization of new revenue streams.  WHY Portugal Event looks to capacity build the businesses in its music and creative industries cluster and its professionals, through a sequence of roundtables at the Vila Flor Palace, offering a parallel professional programme taking place alongside Westway LAB’s PRO conference. Towards this purpose, this edition “0” of WHY Portugal Event invites to Portugal, for the very first time in several cases, key professionals from the music business, media, new technology experts, music publishers and music supervisors, bloggers, vloggers and other professionals. It will begin on April 6th and finishing on Saturday 08th with a session on the intersection point between music education and the professionalization of young music professionals entering the business, having a Dutch music school as case study.  Between these sessions, we count several “parallel sessions” during this year’s Westway PRO conference:

THURSDAY 6TH

12:00 What is Music Supervision?
Markus Linde, from Thag’s Agent (DE) discusses a professional activity that is, so far, little known in Portugal – and the relevance of its development with regards to the promotion of local content through synch.

15:00 What is Music Publishing?
What is music publishing? What do publishers do? Why is publishing such a useful internationalization tool? What’s in it for artists and companies?

16:30 New Technologies Roundtable:
Music Sampling and the Derivative Rights Revolution, and how to prepare for it.
Featuring Tom Silverman (New Music Seminar / Tommy Boy / Sound Exchange)

FRIDAY 7TH

12:00 Converging Intersections:
the Local goes Global / the Global comes to Guimarães
Music, Film, Blogging, Food, Photography Roundtable, featuring renaissance man Edward Pond, from Toronto, Canada.

15:00 DIY PR
Anastasia Connor from the Edinburgh label Song, By Toad talks about how to tackle PR from an artist perspective or independent label perspective, in the context of artist internationalization.

SATURDAY 8TH

12:30 The Importance of Music Education
Where Music Education Meets the Industry: A Dutch case-study: Artez.nl

City Showcases

O festival cresce em direção à cidade, convocando novos parceiros e acrescentando outros palcos de apresentação.

Esta nova área – City Showcases – reafirma a abertura, inclusão e participação no evento de cada vez mais artistas, público e outros intervenientes culturais na cidade. 4 locais que, na tarde de sábado, se convertem em pontos cardeais de uma experiência artística em roteiro pelas várias geografias de Guimarães, ao som da música que se faz no mundo.

PROGRAMA
15h00 Adée – Convívio
15h30 Ohrn – CAAA
16h00 Joel Sarakula – All Guimarães
16h30 Cristóvam – Bar da Ramada
17h00 Maybe Canada – Convívio
17h30 The Jooles – CAAA
18h00 Serushiô – All Guimarães
18h30 Vienna Ditto – Bar da Ramada

Entrada livre

The festival will grow and spread into the city, inviting new partners to join in and adding new performance stages.

This new area – City Showcases – reaffirms the openness, inclusion and participation in the event of an ever-growing number of artists, audiences and other cultural agents in the city. Four locations on Saturday afternoon will become the compass points for an artistic experience along an itinerary that highlights Guimarães` different geographical features, to be enjoyed to the rhythm of the music the world makes.

O desafio é forte e original

FOTOS OPENING DAY WWL2016 (3)

Até 15 de abril, o Centro de Criação de Candoso acolhe as Residências Artísticas, que este ano juntam Rui Souza (PT), Dede (UK), Seru (Serushiô) (PT), Pedro Lucas (MEDEIROS/LUCAS) (PT), Bowrain (SLO), We Bless This Mess (PT), Rolando Babo (PT) e Ivan & István (Ivan & The Parazol) (HU) rumo à criação musical. O resultado é apresentado em Showcases nos dias 14 e 15 no Café Concerto do CCVF.

Until April 15th, the Artistic Residencies happen at Candoso Creation Centre, this year bringing together  Rui Souza (PT), Dede (UK), Seru (Serushiô) (PT), Pedro Lucas (MEDEIROS/LUCAS) (PT), Bowrain (SLO), We Bless This Mess (PT), Rolando Babo (PT) and Ivan & István (Ivan & The Parazol) (HU) towards musical creation. The result is presented in showcases on 14 and 15 at the CCVF Café Concerto.

SHOWCASES (10, 11, 17, 18 abril)

Praça de Couros

O Bairro de Couros terá uma nova praça, um novo palco, uma sala de estar, uma mostra do trabalho desenvolvido em contexto.
Decorrente das residências artísticas em curso no âmbito do WestWay Lab Festival, todos os projetos criados serão apresentados, às quintas e sextas-feiras, sempre às 22h00, num contexto geográfico especial – o renovado Bairro de Couros. O cenário será o resultado do concurso já lançado, de interpretação e intervenção efémera naquela zona, possibilitando interação e cruzamentos disciplinares pela diversidade dos resultados que se pretendem atingir. A entrada é livre.

04/10
1. Ghost Capsules (Laura Gomez e Georg Lichtenauer) + José Figueiredo (peixe : avião)
2. Fickle Ghost (Gido Lahuis, Rosan Vloedgraven) + João Santos (Stereoboy)

04/11
1. Hermigervill (Unnsteinn Stefanssonn e Sveinbjorn Thorarrensen) + Ricardo Baptista (Carbon)
2. The Astroboy + Filipe Azevedo (Sensible Soccers) & Pedro Oliveira (peixe:avião | Dear Telephone)

04/17
1. Luís Fernandes (peixe : avião) + José Alberto Gomes (Blac Koyote) + Jorge Queijo (Torto)
2. Alexandre Monteiro (The Weatherman) + Catarina Miranda (Emmy Curl)

04/18
1. Joep Schmitz e Yannick Verhoeven (Cairo Liberation Front) + Guillermo de Llera (Primitive Reason)
2. André Simão (Dear Telephone | La la la Ressonance) + Vitor Barros (Equations)

Couros´ Neighbourhood will feature a new square, a new stage and new living room as a result of the work developed in context.
Following the artistic residencies taking place in the context of WestWay Lab Festival, all projects created will be presented on Thursdays and Fridays, always at 10 p.m. in special geographic context – the renewed Couros´ Neighbourhood. The set presented is the result of the competition launched, which aimed at interpreting the site and creating an ephemeral intervention for the location, allowing for interactions and crossovers between fields of work due to the desired diversity of results. Admission is free.

TALKS (10, 11, 17, 18 abril)

Centro Histórico de Guimarães

Os finais de tarde, no Centro Histórico de Guimarães, convidam à conversa, em ambientes informais, juntando os artistas com a comunidade local.
Todos os artistas em residência serão convidados a partilhar a sua experiência de integração neste projeto de criação em contexto, num ambiente informal, de contaminação da cidade, com conversas abertas, em diferentes locais, como cafés, bares e associações do centro histórico, às quintas e sextas-feiras, sempre às 18h00, antecedendo o showcase da noite. Com esta ação pretende-se integrar e aproximar os artistas residentes na cidade com o seu público, permitindo um melhor entendimento, descodificação e valorização das práticas do processo criativo. Este momento constituirá em si mesmo o reforço do convite à participação do público no momento seguinte: os showcases na praça de Couros. A entrada é livre.

LOCAIS
Quinta 10 | Café Milenário
Sexta 11 | Cor de Tangerina
Quinta 17 | Casa Amarela
Sexta 18 | Tio Júlio

Evenings at Guimarães Historic Centre, invite informal conversations, bringing together artists and the local community.
All artists in residency will be invited to share informally their experience on their participation in this project of contextual creation in different places, such as cafés, bars, and historic centre associations. On Thursdays and Fridays, always at 6 p.m., just before the showcase of that night. This action intends to integrate and bring close together the artist residing in the city and their public, allowing for a better understanding, deciphering and appreciation of the creative process’ practices. This moment will work as a springboard to the participation of the public in the following moment: the showcases at Couros´ Square. Admission is free.

Residências Artísticas

CCC - Centro de Criação de Candoso

Durante o WestWay Lab Festival, mais de 16 artistas vão estar em residência no Centro de Criação de Candoso.
Oito cruzamentos, com direito a diálogos, arte e interculturalidade. Mais de 16 artistas regionais, nacionais e internacionais vão estar em trabalho durante o WestWay Lab Festival, constituindo oito formações musicais que, após duas semanas em residência, apresentarão o resultado do trabalho desenvolvido. Hermigervill, Ghost Capsules, Cairo Liberation Front, Guillermo de Llera, Coldair, The Weatherman são alguns dos nomes dos participantes. No âmbito destas residências serão promovidos workshops, ações de formação, visitas aos bastidores e espaços de diálogo (talks) com os artistas, criando-se elementos de aproximação entre os produtos gerados e o público.

Artistas em Residência & Showcase:
Blac Koyote (PT)
Cairo Liberation Front (NL) – ETEP ’14
Coldair (PO) – ETEP ’14
Daily Misconceptions (PT)
Dear Telephone (PT)
Emmy Curl (PT)
Equations (PT)
Fickle Ghost (NL) – ETEP ’14
Ghost Capsules (AT) – ETEP ’14
Guillermo de Llera (ES)
Hermigervill (IS) – ETEP ’14
Jorge Queijo (PT)
peixe : avião (PT)
Primitive Reason (PT)
Retro Stefson (IS)
The Astroboy (PT)
The Weatherman (PT) – ETEP ’14

During WestWay Lab Festival more that 16 artists will be in residency at Candoso Creation Centre.
There will be eight crossovers with access to conversations, art and cross-culture. More than 16 regional, national and international artists will be at work during the WestWay Lab Festival, making up eight musical groups that, after two weeks in residence, will present the results of the work developed. Hermigervill, Ghost Capsules, Cairo Liberation Front, Guillermo de Llera, Coldair, The Weatherman are some of the names of the participants. In the context of these residencies, workshops, training sessions, backstage visits and dialogue areas (talks) with the artists will be offered, creating proximity elements between the products generated and the public.