DEBATES, WORKSHOPS, KEYNOTE SPEECHES (12 e 19 abril)

Plataforma das Artes e da Criatividade - praça exterior

Durante o WestWay Lab Festival, dois sábados, 12 e 19 de abril, serão dedicados, inteiramente, ao conhecimento.
Debates, workshops e keynote speeches servirão de ponto de partida para a criação de plataformas de reflexão sobre o papel da tecnologia, novos media e da criatividade no desenvolvimento económico e social dos lugares, com os contributos de personalidades como Robert Singerman, Mark Frieser, Sérgio Pimentel, Connie Farr ou o grande Peter Jenner (manager de Pink Floyd, The Clash, Ian Dury e Billy Bragg, entre muitos outros), numa reflexão à volta da era do “streaming”. Estes momentos irão decorrer na Sala de Conferências da Plataforma das Artes e da Criatividade e a entrada será livre.

PROGRAMA

SÁBADO 12
10H00 – DEBATE: A sincronização audiovisual da música independente como motor impulsionador da exportação
Moderador: Robert Singerman, com Mark Frieser (Sync Summit), Sérgio Pimentel (Big Sync) e Connie Farr (Think Sync)
14H30 – WORKSHOP: Introdução à rede ETEP – European Talent Exchange Platform
17H30 – KEYNOTE SPEECH: Sérgio Hydalgo, da ZDB, que falará da sua experiência enquanto programador daquela instituição mas fundamentalmente como instigador de residências artísticas com músicos internacionais que tanto tem promovido, com resultados interessantes pelos conteúdos produzidos e também pelo contágio criativo que a sua presença provoca na cidade de Lisboa.

SÁBADO 19
10H00 – DEBATE: O futuro chegou: como sobrevivem os artistas na era do streaming?
Moderador: Peter Jenner, com convidados a anunciar
14h30 – WORKSHOP: IMMF – International Music Managers Forum e o novo MMF Portugal: um código de boas práticas profissionais para managers e os seus artistas
17H30 – KEYNOTE SPEECH: Peter Jenner

During WestWay Lab Festival, two Saturdays (12th and 19th April) will entirely devoted to knowledge.
Debates, workshops and keynote speeches will serve as starting points to the creation of reflection platforms on the role of technology, new media and creativity in the economical and social development of places, with contributions from personalities such as Robert Singerman, Mark Frieser, Sérgio Pimentel, Connie Farr or the great Peter Jenner (manager of Pink Floyd, The Clash, Ian Dury and Billy Bragg, amongst other), reflecting up the era of “streaming”. These moments will take place at the Conference Room of the Platform for Arts and Creativity and the entrance will be free.

Anúncios

NETWORKING (11 e 18 abril)

Plataforma das Artes e da Criatividade

A Plataforma das Artes e da Criatividade será o ponto de encontro entre redes e estruturas internacionais, músicos e participantes do WestWay Lab Festival.
Nas sextas-feiras, pelas manhãs de 11 e 18 de abril, às 10h00, a Sala de Conferências da Plataforma das Artes e da Criatividade acolherá todos os participantes do WestWay Lab Festival, bem como responsáveis pelas redes e estruturas internacionais estratégicas, para conhecimento da cidade, do programa e seu potencial, com o objetivo de criar rede de contactos assim como dar início à integração na indústria internacional, de forma a potenciar e colocar em novos mercados, artistas emergentes identificados no decorrer deste grande evento. Tommy Darker trará os seus aclamados “Darker Music Talks”, pela primeira vez a Portugal, ajudando músicos e artistas a tornarem-se “musicpreneurs”; a AMAEI – Associação de Músicos Artistas e Editores Independentes, convidará alguém muito especial, Charlie Phillips, da World Independent Network. A entrada é livre.

Platform for Arts and Creativity will be the meeting point for international networks and structures, musicians and participants at the WestWay Lab Festival.
On Friday mornings from 11th to 18th April, at 10 a.m., the Conference Room of the Platform for Arts and Creativity will host all the participants at WestWay Lab Festival, as well as the people responsible for the strategic international networks and structures in order to provide information to the city, about the program and its potential. This aims at creating a contact network and to begin the process of integrating the international industry, promoting and finding new markets for the emerging artist spotted in the course of this major event. Tommy Darker will bring his acclaimed “Darker Music Talks” to Portugal for the first time, aiding musicians and artists to become “musicpreneurs”; AMAEI – Associação de Músicos Artistas e Editores Independentes (The Portuguese Independent Music Association) will invite a very special someone, Charlie Phillips, from World Independent Network. Admission is free.

SHOWCASES (10, 11, 17, 18 abril)

Praça de Couros

O Bairro de Couros terá uma nova praça, um novo palco, uma sala de estar, uma mostra do trabalho desenvolvido em contexto.
Decorrente das residências artísticas em curso no âmbito do WestWay Lab Festival, todos os projetos criados serão apresentados, às quintas e sextas-feiras, sempre às 22h00, num contexto geográfico especial – o renovado Bairro de Couros. O cenário será o resultado do concurso já lançado, de interpretação e intervenção efémera naquela zona, possibilitando interação e cruzamentos disciplinares pela diversidade dos resultados que se pretendem atingir. A entrada é livre.

04/10
1. Ghost Capsules (Laura Gomez e Georg Lichtenauer) + José Figueiredo (peixe : avião)
2. Fickle Ghost (Gido Lahuis, Rosan Vloedgraven) + João Santos (Stereoboy)

04/11
1. Hermigervill (Unnsteinn Stefanssonn e Sveinbjorn Thorarrensen) + Ricardo Baptista (Carbon)
2. The Astroboy + Filipe Azevedo (Sensible Soccers) & Pedro Oliveira (peixe:avião | Dear Telephone)

04/17
1. Luís Fernandes (peixe : avião) + José Alberto Gomes (Blac Koyote) + Jorge Queijo (Torto)
2. Alexandre Monteiro (The Weatherman) + Catarina Miranda (Emmy Curl)

04/18
1. Joep Schmitz e Yannick Verhoeven (Cairo Liberation Front) + Guillermo de Llera (Primitive Reason)
2. André Simão (Dear Telephone | La la la Ressonance) + Vitor Barros (Equations)

Couros´ Neighbourhood will feature a new square, a new stage and new living room as a result of the work developed in context.
Following the artistic residencies taking place in the context of WestWay Lab Festival, all projects created will be presented on Thursdays and Fridays, always at 10 p.m. in special geographic context – the renewed Couros´ Neighbourhood. The set presented is the result of the competition launched, which aimed at interpreting the site and creating an ephemeral intervention for the location, allowing for interactions and crossovers between fields of work due to the desired diversity of results. Admission is free.

TALKS (10, 11, 17, 18 abril)

Centro Histórico de Guimarães

Os finais de tarde, no Centro Histórico de Guimarães, convidam à conversa, em ambientes informais, juntando os artistas com a comunidade local.
Todos os artistas em residência serão convidados a partilhar a sua experiência de integração neste projeto de criação em contexto, num ambiente informal, de contaminação da cidade, com conversas abertas, em diferentes locais, como cafés, bares e associações do centro histórico, às quintas e sextas-feiras, sempre às 18h00, antecedendo o showcase da noite. Com esta ação pretende-se integrar e aproximar os artistas residentes na cidade com o seu público, permitindo um melhor entendimento, descodificação e valorização das práticas do processo criativo. Este momento constituirá em si mesmo o reforço do convite à participação do público no momento seguinte: os showcases na praça de Couros. A entrada é livre.

LOCAIS
Quinta 10 | Café Milenário
Sexta 11 | Cor de Tangerina
Quinta 17 | Casa Amarela
Sexta 18 | Tio Júlio

Evenings at Guimarães Historic Centre, invite informal conversations, bringing together artists and the local community.
All artists in residency will be invited to share informally their experience on their participation in this project of contextual creation in different places, such as cafés, bars, and historic centre associations. On Thursdays and Fridays, always at 6 p.m., just before the showcase of that night. This action intends to integrate and bring close together the artist residing in the city and their public, allowing for a better understanding, deciphering and appreciation of the creative process’ practices. This moment will work as a springboard to the participation of the public in the following moment: the showcases at Couros´ Square. Admission is free.

Residências Artísticas

CCC - Centro de Criação de Candoso

Durante o WestWay Lab Festival, mais de 16 artistas vão estar em residência no Centro de Criação de Candoso.
Oito cruzamentos, com direito a diálogos, arte e interculturalidade. Mais de 16 artistas regionais, nacionais e internacionais vão estar em trabalho durante o WestWay Lab Festival, constituindo oito formações musicais que, após duas semanas em residência, apresentarão o resultado do trabalho desenvolvido. Hermigervill, Ghost Capsules, Cairo Liberation Front, Guillermo de Llera, Coldair, The Weatherman são alguns dos nomes dos participantes. No âmbito destas residências serão promovidos workshops, ações de formação, visitas aos bastidores e espaços de diálogo (talks) com os artistas, criando-se elementos de aproximação entre os produtos gerados e o público.

Artistas em Residência & Showcase:
Blac Koyote (PT)
Cairo Liberation Front (NL) – ETEP ’14
Coldair (PO) – ETEP ’14
Daily Misconceptions (PT)
Dear Telephone (PT)
Emmy Curl (PT)
Equations (PT)
Fickle Ghost (NL) – ETEP ’14
Ghost Capsules (AT) – ETEP ’14
Guillermo de Llera (ES)
Hermigervill (IS) – ETEP ’14
Jorge Queijo (PT)
peixe : avião (PT)
Primitive Reason (PT)
Retro Stefson (IS)
The Astroboy (PT)
The Weatherman (PT) – ETEP ’14

During WestWay Lab Festival more that 16 artists will be in residency at Candoso Creation Centre.
There will be eight crossovers with access to conversations, art and cross-culture. More than 16 regional, national and international artists will be at work during the WestWay Lab Festival, making up eight musical groups that, after two weeks in residence, will present the results of the work developed. Hermigervill, Ghost Capsules, Cairo Liberation Front, Guillermo de Llera, Coldair, The Weatherman are some of the names of the participants. In the context of these residencies, workshops, training sessions, backstage visits and dialogue areas (talks) with the artists will be offered, creating proximity elements between the products generated and the public.

WESTWAY LAB FESTIVAL 1.0 (Programa)

WEST WAY LAB 1.0

TERÇA 01 A SÁBADO 19
CENTRO DE CRIAÇÃO DE CANDOSO
RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS

QUINTAS 10 E 17
SEXTAS 11 E 18
CENTRO HISTÓRICO DE GUIMARÃES
TALKS

QUINTAS 10 E 17
SEXTAS 11 E 18
PRAÇA DE COUROS
SHOWCASES

SEXTAS 11 E 18
PAC / SALA DE CONFERÊNCIAS
NETWORKING

SÁBADOS 12 E 19
PAC / SALA DE CONFERÊNCIAS
DEBATES, WORKSHOPS, KEYNOTE SPEECHES

SÁBADO 12
PAC / BLACK BOX
PEIXE:AVIÃO

SÁBADO 12
CCVF / CAFÉ CONCERTO
N’TOKO

SÁBADO 19
CCVF / GRANDE AUDITÓRIO
CLÃ

SÁBADO 19
CCVF / CAFÉ CONCERTO
NÁSTIO MOSQUITO

WestWay Lab Festival (Guimarães 2014)

O WestWay Lab Festival é uma plataforma colaborativa, um laboratório vivo e orgânico, de experimentação e estímulo à criatividade que pretende reunir, numa mesma cidade, artistas consagrados e emergentes, internacionais e nacionais, inovadores e puristas, durante duas semanas de criação musical, de vídeo, intervenção urbana, arquitetura e pensamento por via do desenvolvimento de atividades como residências artísticas, oficinas criativas, showcases, concertos, workshops, masterclasses e talks.
Para dar resposta a esta intenção, e no sentido de desenvolver um projeto consistente e produtor de novos conteúdos criativos, organizou-se o evento em três momentos distintos, mas interligados:
WSTWY 1.0 (01 a 19 de abril) – três semanas de criação intensiva em residência com apresentação de resultados em formato showcase, concertos, talks, criação de vídeo e todo um programa dedicado ao conhecimento;
WSTWY 2.0 (09, 10 e 11 de maio e 13, 14 e 15 de junho) – extensão destas atividades no sentido de fomentar uma nova classe criativa na região, com ações de formação, informação, sensibilização e educação criativa;
WSTWY 3.0 (04 e 05 de julho) – fruição por todos os públicos dos resultados de todo o trabalho desenvolvido, consubstanciando-se numa grande mostra cultural, com apresentação de novas produções e cruzamentos artísticos.

WestWay Lab Festival is a collaborative platform, a living and organic laboratory, of experimentation and stimulus to creativity whose goal is to bring together, in the same city, acclaimed and emerging, international and national, innovative and purists artists for two weeks. Two weeks of music creation, video, urban interventions, architecture and thought played out through the development of activities such as artistic residencies, creative ateliers, showcases, concerts and talks.
In order to tackle this challenge and in order to develop a consistent project capable of producing new creative contents, the event was divided into three distinctive, but intertwined moments:
WSTWY 1.0 (1-19 April) – three weeks of intense creation in residency with showcasing of results, concerts, talks, video creation and a specific program devoted to knowledge;
WSTWY 2.0 (9th, 10th and 11th of May and 13th, 14th and 15th of June) – development of those activities in order to foment a new creative class in the region, with training, informational, awareness and creative pedagogy sessions;
WSTWY 3.0 (4th and 5th of July) – showcasing of results of the work developed for public enjoyment in the context of a major cultural presentation, with the premiere of new productions and artist crossovers.

Westway Lab Festival is a collaborative platform, a living and organic laboratory, of experimentation and stimulus to creativity whose goal is to bring together, in the same city, acclaimed and emerging, international and national, innovative and purists artists during a period of music creation, video, urban interventions, architecture and thought played out through the development of activities such as artistic residencies, creative ateliers, showcases, concerts and talks.